Escola de Samba vende máscaras para ajudar trabalhadores

A Beija-Flor de Nilópolis vende máscaras personalizadas para ajudar trabalhadores da escola. A diretoria da Escola de Samba lançou uma campanha para ajudar os trabalhadores do Carnaval que ficaram sem emprego na pandemia.

A vice-presidência da agremiação fechou parceria com a AirmaskSport Brasil, para produzir máscaras personalizadas com o símbolo as cores da azul e branco. O lucro das vendas será revertido para os funcionários da Beija-Flor.

Quem quiser contribuir, os produtos podem ser adquiridos no site de e-commerce da escola.

Portal C3 | Comunicação de interesse público | ComCausa

Emanoelle Cavalcanti

Jornalista social e acadêmica de psicologia.