Mil e trezentos crimes que podem ser de intolerância religiosa no Rio

O estado do Rio de Janeiro registrou 1.355 crimes em 2020 que podem estar relacionados à intolerância religiosa. De acordo com o levantamento inédito do Instituto de Segurança Pública do Rio (ISP-RJ) divulgado nesta quarta-feira, foram mais de três casos em todos os dias do ano.

Os dados foram anunciados na véspera do Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, celebrado nesta quinta-feira. Segundo o ISP, o objetivo é estimular a denúncia desse tipo de crime.

“Nós entendemos que esses números ainda são muito subnotificados e a melhor forma de evitar que novos casos aconteçam é garantir que os agressores sejam punidos na forma da lei. Nossa Constituição assegura o livre exercício de todos os cultos religiosos e temos a obrigação de proteger esse direito”, disse a diretora-presidente do ISP, Marcela Ortiz.

| Portal C3 | Comunicação de interesse público | ComCausa

Adriano Dias

Jornalista militante e fundador da #ComCausa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.