Marinheiro João Cândido se tornar herói de cidade da Baixada

A fim de manter viva a memória da luta do Almirante Negro, a pedido de diversos movimentos sociais, a Câmara de Vereadores de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, reconheceu o líder da Revolta da Chibata como herói do município. O projeto de lei, de autoria do vereador Aldinho Hungria, foi aprovado. Neste ano completa cinco décadas da morte do marinheiro João Cândido Felisberto.

No dia 19 de novembro foi sancionada a lei estadual, de autoria de André Ceciliano e Waldeck Carneiro, que colocou João Cândido no Livro de Heróis e Heroínas do Estado do Rio de Janeiro. Ainda tramita projeto lei do deputado federal Chico D’Ângelo, que inscreve o marinheiro no Livro de Heróis e Heroínas da Pátria. Mas encontra resistência do deputado federal Eduardo Bolsonaro, que pediu que o texto passasse antes pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional.

João Cândido nasceu na cidade de Encruzilhada, no Rio Grande do Sul, mas viveu 40 anos de sua vida, até sua morte, em 6 de dezembro de 1969.

Página Memorial João Cândido da ComCausa

A ComCausa se juntou a diversos movimentos em memória, desde os 50 anos da partida de nosso mais nobre Almirante, com a finalidade de resgatar a sua luta. Uma destas foi a página ‘Memorial João Cândido’ que em fevereiro 2021 ganhou uma segunda versão.

Para conferir e apoiar é só acessa ComCausa.net/joaocandido e se juntar aos movimentos que já há anos lutam para a consolidação de outro marco importante: a construção do museu João Candido na cidade de São João de Meriti.

* Atualizado em março de 2021.

Portal C3 | Comunicação de interesse público | ComCausa

Adriano Dias

Jornalista militante e fundador da #ComCausa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.