PMs acusados no caso Claudia se envolveram em mais mortes

Exatos quatro anos após a morte de Claudia Silva Ferreira, arrastada por uma viatura da PM por 300 metros na Zona Norte do Rio, dois policiais militares acusados do homicídio seguem trabalhando normalmente.

Desde o crime, em 16 de março de 2014, eles já se envolveram em outras oito mortes durante operações. Todas as ocorrências foram enquadradas como homicídios decorrentes de intervenção policial.

Os dois foram indiciados pela Polícia Civil pela morte de Claudia em julho de 2014. A denúncia contra os dois por homicídio doloso só foi recebida pela Justiça em março de 2015. Desde então, o processo corre na 3ª Vara Criminal e os policiais não foram pronunciados.

Claudia era uma mulher negra e moradora de uma comunidade. Ela deixou quatro filhos.

| Adriano Dias – fundador da ComCausa.

Comunicando ComCausa

Ponto de Cultura e Mídia Livre ComCausa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.