Morador da Baixada roda o mundo como investidor esportivo

O meritiense Lucas Tylty, de 23 anos, representa bem essa alcunha dada ao povo brasileiro. Ele fez da paixão pelo esporte uma profissão. O investidor esportivo, ocupação em que há apostas em cima de análises dos retrospectos e estatísticas de jogos, leva hoje a vida que muitos gostariam: viajar pelo mundo acompanhando partidas de futebol. 

A relação de Lucas com o esporte começou ainda na infância, quando acompanhava as principais ligas brasileiras e europeias. Com o tempo, um sonho foi sendo construindo dentro do rapaz: o de assistir ao vivo a um jogo do Chelsea, da Inglaterra, seu time de coração. “Eu sempre fui muito apaixonado por futebol e, desde criança, mantinha o costume de ver as partidas. Pelo fato de, na época, minha casa não ter televisão a cabo, eu comecei a acompanhar bastante os campeonatos da Europa, o que me fez passar a torcer pelo Chelsea, em 2005. Desde então, eu botei na minha cabeça que eu precisava ir ao Stamford Bridge (estádio da equipe) assistir a um jogo pessoalmente”, revela Tylty.

Não é à toa que o Brasil é conhecido como o país do futebol.

Portal C3 – Comunicação de interesse público – ComCausa

Emanoelle Cavalcanti

Jornalista social e acadêmica de psicologia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.